Tags

A ilha caribenha é bem grandinha. E basicamente separada da seguinte forma: no sul, a parte mais populosa e muvucada é onde se concentra a maior parte dos hotéis. No oeste da ilha, está a região mais nobre e chiquezinha, com hotéis igualmente mais nobres e chiquezinhos. Do lado leste estão as praias nervosas  -dos surfisas, e poucas opções de hospedagem (e as mais simples). No norte, ninguém fica, é a região das aventuras de 4×4 e uma área bem pouco urbanizada.

Pra se locomover por lá, a maioria aluga um carro. Cuidado: por ser uma ilha de colonização inglesa, obviamente os carros têm a direção do lado direito  e mãos ao contrário do que estamos acostumados! O aluguel pode ser feito no aeroporto ou pode ser facilmente encontrado no sul e um pouco no oeste da ilha.

Ao ler meu guia, descobri que Barbados possui um ótimo sistema de transporte público; busão! Assim, eu e maridón resolvemos nos aventurar como os locais e saborear esse meio de locomoção cheio de aventura: com muita velocidade, reggae nas alturas e nada de profissionalismo (os cobradores e motoristas não usam uniformes, se vestem como rappers, vão cobrando desordenadamente os passageiros), mas que mesmo assim funciona PERFEITAMENTE! No começo estávamos perdidos, meio assustados. Mas no final da viagem já eramos íntimos do sistema! Experiência única.

E pra conhecer melhor a ilha, nos instalamos metade da semana que ficamos por lá no oeste e outra metade no sul.
Tem MUITA praia interessante e bonita. Todo dia era a maior correria pra não deixar as melhores passarem.

A culinária local é totalmente baseada nos peixes, fresquíssimos. Vc vai encontrar tanto nos cardápios estrelados como nos mais simples restaurantes muito Mahi-Mahi (ou Dolphin, mas não é golfinho!), Peixe Espada e Flying Fish. Não é a toa que é um país onde o McDonald´s faliu e não existe. Os locais  só comem peixe (ou frango).

As praias….ahhh, as praias, em sua grande maioria, são daquelas que vem à nossa cabeça quando pensamos em praias caribenhas: águas limpas de um azul muito turquesa, areia branca fininha. Algumas praias com coqueiros, outras sem, outras com árvores. Mas cuidado: na parte leste de Barbados as praias são agitadas e perigossísimas pro banho. Mas mesmo assim lindas e inesquecíveis.

Uma das praias do leste

Achei que essa viagem fosse ser muito clichê-caribenha, mas essa ilha da Rihanna é mais do que mar azul e areia branca. Ela tem vida, uma gente acolhedora, muito reggae, um por do sol que te deixa zonzo, restaurantes fantásticos,  o luxosos hotéis-com-gente-da-high, mas tem também a praia-povão (a melhor!) -busão-comida-honesta! E esse lado B não é nada mal…

Enterprise Beach - a linda praia do povo

Anúncios