Hoteis chics e com desconto

Eu sou apaixonada por viagens…(e quem não é?), e quando viajo para comemorar meus aniversários de casamento – assim como a lua-de-mel –  faço um esforcinho pra ficar em hotéis especiais (foi assim na minha lua-de-mel em St. Barth, e nos nívers de casório em Capri e na Croácia)!! É uma ocasiao tão legal que acho que vale a pena o casal investir!
Eu sempre acho que mereço! Hahahah!

Daí que nunca imaginei que nesses hotéis bacanas daria pra conseguir um BOM desconto…Pq né? “Hotéis de luxo não fazem isso!” pensei. Mas foi aí que tchanan: descobri um site com os melhores hotéis e destinos do Brasil e do mundo com tarifas até 50% off!!! Babado. É um clubinho fechado, somente para sócios e se chama Zarpo.

E não é que falando com o pessoal de lá, consegui  um link-CONVITE (AQUI) para  quem quiser entrar na barbada e virar sócio tbm! Yey!! E só entrar nesse link e se cadastrar.
O negócio não é pouca coisa não, eles têm parceria com uns hoteis com selo “Relais & Chateau”, o Faena, Llao Llao, uns Chateaus na França! Por aqui tem Nannai, Kiaroa, vários na Ilhabela, Ubatuba, MG, Sul, etc…Tem aliás um agora no ar em Barbados em Crane que é a praia que mais amei!

O esquema é o de “compras coletivas” que a gente conhece: cada hotel fica no ar mais ou menos por uma semana (com o sinalizador de quando vai acabar), com o grande DIFERENCIAL de  que vc escolhe o hotel, o período que deseja de hospedar e até o quarto! Cada hotel tem um resuminho, fotos e mapa.
Vai lá.

Post publicado e editado no WonderWeds.

Anúncios

Hvar, Croatia

Tags

, ,

A cidade é linda, cheia de história com suas casinhas de pedra, contrastanto com o azul do Adriático.


Point do momento, a cidade acolhe solteiros em busca de ferveção ou casais em busca de descanso e mar azul, ótimos restaurantes, hotéis e praias incríveis.


Fiquei hospedada no Hotel Riva. Moderninho, muito bem localizado, com restaurante concorrido e badalado de frente ao porto. O quarto é bem apertadinho, mas bem equipado. O Hotel faz parte do grupo Suncani Hvar, que tem os 3 melhores hoteis da ilha (Riva, Amfora Resort e Adriana). Todos eles valem a pena.

Riva Hotel

O legal é que ficando no Riva você tem acesso às piscinas do enorme e familiar Amfora (quando for aproveite e estique até a praia do Amfora, em seguida aproveite para ver o pôr do sol no Hula Hula, clube bem animado que fica logo depois do resort).
Também da rede Amfora são os famosos Bonj le bain, um clube de praia com camas, cadeiras e tudo mais pra um dia de praia exclusivo e mui chique.

Bonj le Bain

Na praça central, em volta da igreja, estão vários restaurantes e lojinhas de souvenir. Mas são nas ruazinhas estreitas que desembocam nessa área central que encontrei as melhores surpresas, como restaurantes, lojinhas, becos charmosos. É andando por ali que vemos as casas dos habitantes locais.
Enfim…se perder por essas ruelinhas é altamente recomendável!


Vale a pena ir até a Fortaleza de Hvar para ter um vista 360º. Dá uma canseira de subir, viu? Mas a vista compensa!

Alugar um barco é uma boa pedida também. Eu tive o azar de alugar no dia em que mais ventou na história do verão de Hvar! kkk Eu e maridón passamos por altas aventuras (leia-se altos caldos, ondas enormes, certo pânico, frio e muita história para contar para os netinhos!!), mas recomendo. As empresas locadoras exigem um pouco de experiência, mas antes de te largar sozinha em alto mar eles te passam uma aulinha básica. Tem muitos lugares bacanas para ir…escolher é difícil, peça ajuda para o congièrge do seu hotel. Fui pra Palmizana Beach e outras nas redondezas muito bonitas.

Agora o que mais gostei mesmo foi alugar uma scooter e passear nas estradinhas que ligam a cidade de Hvar para outras da ilha. Incrível, mesmo, indispensável! A paisagem ora são campos de lavanda, ora vistas da ilha de perder o fôlego. Leve sua máquina a tiracolo. E claro, vc precisa ter experiência em dirigir motos (as estradas são super estreitas e sinuosas, ainda bem que tenho um maridón craque na motoca! kk). Com a scooter você consegue chegar até a praia Duboka, pra mim a mais maravilhosa da viagem inteira! Uma delícia antar de motoca debaixo daquele solzão, com aquela vista e aquele cheiro de lavanda…

De forma geral, a comida é muito boa na ilha. Com o turismo bombando, restaurante é o que não falta. Tem de tudo, peixes e frutos do mar à pizza. Dos mais simples aos chiquérrimos. Fui à restaurantes incríveis, mas infelizmente não anotei todos os nomes. O melhor de tudo são os preços, mais baixos se comparados às capitais euroéias.

Restaurante Vartal: pros dias que vc cansou de peixe todo dia e que mesmo uma boa massa ou carne. Ambiente simples, comida boa
Konoba Lesina: terraço aconchegante no centrinho de Hvar
Zori: fica em Palmizana Beach, que vc chega de barco vindo de Hvar. Locação incrível, de frente para o mar.

Para os que curtem uma balada:
Hula Hula – Pra onde vai a galera ver o pôr do sol (na verdade ninguém vê o por do sol, hahaha)
Carpe Diem cidade – do lado do Riva Hotel, com restaurante e pista bombada
Carpe Diem Ilha – vc só chega de barco, tem música ao vivo e dá pra ficar lá o dia inteiro lagartixando. Algumas noites rolam festas.
Veneranda – Castelo Antigo, única balada altas horas, quem aguenta vai depois do Carpe Diem
Bar do topo do Hotel Adriana

Quando ir: no verão, né? De junho a agosto, evite julho com mega lotação e preços mais altos.

Esse post foi publicado como sugestão para os casais em lua de mel para o WonderWeds, aqui.

Eat.aly: comer, comprar e aprender

Faz tempo que estou para escrever sobre essa fantástica e impressionante meca gourmet italiana em plana Madison Square, NY.

Eu sei, já saiu em vários lugares, eu sei, todo mundo já sabe…mas não dá pra não falar!

O lugar, by Mario Batali, é cheio, com vários restaurantes (seis para ser exata), supermercado e dividido em departamentos de comida!
Estive lá em janeiro desse ano, e experimentei um pouco de tudo. Num dos balcões provei uma deliciosa tábua de frios, com figos e mel acompanhado de taça de vinho branco.

A vibe do lugar é gostosa, uma espécie de mercado-chic. O ideal é ir passando pelos balcões e ir experimentando um pouco de tudo…

Comprei também no mercado algumas massas secas italianas e temperos interessantes para dar de presente. Boas opções com preços um tanto salgados. (afinal minha gente é um mercado CHIC! rs)


Foi recentemente eleito pelo Zagat como melhor mercado de NY. Se for pra Big City, aproveite!

Eataly
200 5th AVENUE
NEW YORK, NY 10010
Entradas na Quinta Avenida e na Rua 23
Funciona todos os dias, das dez da manhã às onze da noite.

Hamburgueria fresquinha

Tags

, ,

O Butcher´s Market é o lugar perfeito para os amantes de um bom hambúrguer. Com um menu surpreendente, combina os tradicionais sandubas (carne de primeiríssima e bem suculenta) com porções de tapioca (crocantes e muito saborosos), milho à moda americana (doce e spicy) e pratos à base de steaks.

Para beber peça o chopp  Guiness , servido numa charmosa caneca old school ou peça um dos ótimos drinks com o Dirty Martini.


O salão – que  abriga 50 pessoas sentadas – tem decór vintage e peças garimpadas pelo proprietário em NY,  que ajudam a criar uma atmosfera aconhegante e original.

Uma das paredes de tijolo aparente recebeu  ilustrações feitas à mão, que remetem ao nome da casa.


Algumas noites do mês  acontece uma festa comandada por DJ, com comanda individual sem consumação mínima (confirme a programação da casa).


Butcher´s Market
Rua Pedroso Alvarenga, 164 – Itaim
tel. 011 2367-1043

Fim de semana em Montevidéu

Tags

, , , , ,

Foi minha primeira vez no Uruguai, e tive um fim de semana pra conhecer Montevideo, essa cidade que tem um climinha de cidade interiorana; muito calma e segura.

Meu roteiro:

6a feira

Fiquei hospedada na primeira noite em Carrasco, bairro bem residencial, recheado de mansões lindíssimas e muito agradável. O hotel era o Belmont House, considerado o melhor de Montevideo pelo Times.
O hotel eh aconchegante, com serviço atencioso e bem pessoal. Eh pequeno, com salas de leitura, tv, etc. Daqueles antigos, com história e clima mais de casa do que hotel…

Do hotel fomos a pé até o Café Mistério para almoçar, famoso na cidade por reunir a boêmia, escritores e intelectuais. Meu prato de peixe com purê e legumes estava maravilhoso, apesar do serviço lento…

A tarde fui até maior shopping de Montevideo, o Punta Carretas, do outro lado da cidade. Os preços das coisas sao levemente menores dos que os praticados no Brasil, por isso não é aquela pechincha, mas pode valer.

De noite jantamos pertinho do hotel (em Carrasco também) – no Garcia. Comida de primeira, ambiente agradável e adulto, com um baby beef delicioso…

Sábado

Hoje mudamos de hotel, fomos nos hospedar mais próximos do centro, no Hotel 4 Point by Sheraton. Hotel mais novo, contemporâneo, bem bom, com um spa que da acesso livre a piscina aquecida, sauna e sala de ginastica. Quartos amplos  e confortáveis. Soh me incomodou o fato de ouvir barulho dos quartos vizinhos…

Dps de deixar as malas passeamos na Feira Villa Beatriz, recheado de roupas e artesanatos  que aconteçe ao redor de uma praça no bairro de Pocitos, com mta gente perambulando com seus mates e garrafas térmicas.
Dali demos um pulo na orla e pegamos um táxi (bom meio de transporte: barato) até o Mercado Del Puerto almoçar no El Palenque.

O mercado eh cheio de lugares pra comer parilla, as esse eh O lugar! Sentamos no balcão em volta da enorme churrasqueira e comemos um monte: bolinho de presunto cru, aperitivo de queijo, presunto cru fatiado, fritas com cebola e picanha fatiada…eh comida que nao acabava mais, com um preço camarada.
Saímos defumados mas bem satisfeitos e fomos caminhando pela Ciudad Vieja (centro velho cercado pelo rio cheio de casinhas antigas) até o imponente Teatro Sollis, com paradinha providencial no Freddo pra tomar um sorvete de dolce de leite.

Infelizmente soh da pra conhecer o Teatro com a visita guiada, e elas acontecem em horários pre-determinados, por isso consulte antes de ir, eu perdi o ultimo horário do dia por pouco…pena.

De lá voltamos a pé ate o hotel, numa caminhada mto agradável…( o dia estava ensolarado e delicioso)

A noite saímos pra comer num lugar qualquer por ali no centro comer uma pizza.

Domingo

Domingo em Montevideo eh dia de ir na Feira Tristan Narvaja! Dps de tomar um café caprichado num padoca fomos a pé em direção a feira. De frutas a animais, dá pra encontrar de tudo por la!

 

Ao redor da feira existem váriossss antiquários maravilhosos cheios de achados. É uma delícia passar a manha por lá pechinchando! (Me arrependi por não ter trazido mais coisas de lá…fica pra próxima!)

Acabado lá fomos almoçar nossa última -ufa- parilla no La Perdiz, restaurante bombadíssimo e super disputado na cidade com comida típica uruguaia. Em seguida da´-lhe caminhada na Rambla –  o famoso calçadão do mar (na verdade o rio da Prata) – pra fazer a digestão.

Memória virtual…

Nossa, me ausentei…tenho mtas viagens pra atualizar! O objetivo desse blog Ma Jeunesse eh retratar meu diário de viagens que faço sempre na companhia de meu marido, melhor companheiro de viagens, e que me fez tomar gosto por essa vida de fazer e desfazer malas! Sempre fiz diários e anotações em cadernos e pedaços de papel, que no final das contas se perdiam por ai…Por isso reunir tudo aqui eh cômodo e perfeito; serve de recordação de nossas aventuras, memória para nossos futuros filhos e de quebra pode virar dica pra alguém…
Bora lá, tem mais Barbados, NY, Montevideo, Tampa, etc….

BARBADOS TOP BEACHES

Tags

, , ,

Das muitas praias que conheci por lá, essas foram minhas eleitas:

1- Enterprise Beach

Mais conhecida como Miami Beach, a praia é plana, e  singular:  têm plantas rasteiras e lindas e enormes árvores (aquela sombrinha boa) além de ter um pôr-do-sol dos mais lindos da vida.


E ainda dá pra escolher: do lado direito, com recifes protegendo a encosta, o mar vira uma  “piscina”  e do lado esquerdo tem praia aberta, mas mesmo assim com mar muito tranquilo. Não é a toa que é a praia preferida dos barbadians.
Dá pra alugar cadeiras, guarda-sol, e tem trailler vendendo comes e bebes -Frequentado por locais, casais, família.

2- Crane Beach

A Crane é selvagem! Escandalosa, com mar agressivo e muito vento, é cheia de energia, com visual inesquecível.

A praia não tem uma sombrinha o único jeito de ficar por lá é alugando cadeiras e guarda sol. Não vende comida no local, mas atendentes de restaurantes próximos pegam pedidos por lá (peça com muita antecedência, a espera é loooonga).
-Frequentada por gente jovem e bonita. Não é recomendada para mergulho.

3- Bathsheba

O Havaí é aqui! Fotogência, pra tirar muitas fotos.


Mas por causa do mar violento e das muitas pedrinhas não é uma praia pra ficar. O esquema é só tirar umas fotos e ir embora.
– Não tem cadeiras, nem infra, nem nada.

4) Rockley Beach (Accra)

A praia da moçada, é extensa,  limpa e bonita. Aluga cadeiras.

Barbados – visão geral

Tags

A ilha caribenha é bem grandinha. E basicamente separada da seguinte forma: no sul, a parte mais populosa e muvucada é onde se concentra a maior parte dos hotéis. No oeste da ilha, está a região mais nobre e chiquezinha, com hotéis igualmente mais nobres e chiquezinhos. Do lado leste estão as praias nervosas  -dos surfisas, e poucas opções de hospedagem (e as mais simples). No norte, ninguém fica, é a região das aventuras de 4×4 e uma área bem pouco urbanizada.

Pra se locomover por lá, a maioria aluga um carro. Cuidado: por ser uma ilha de colonização inglesa, obviamente os carros têm a direção do lado direito  e mãos ao contrário do que estamos acostumados! O aluguel pode ser feito no aeroporto ou pode ser facilmente encontrado no sul e um pouco no oeste da ilha.

Ao ler meu guia, descobri que Barbados possui um ótimo sistema de transporte público; busão! Assim, eu e maridón resolvemos nos aventurar como os locais e saborear esse meio de locomoção cheio de aventura: com muita velocidade, reggae nas alturas e nada de profissionalismo (os cobradores e motoristas não usam uniformes, se vestem como rappers, vão cobrando desordenadamente os passageiros), mas que mesmo assim funciona PERFEITAMENTE! No começo estávamos perdidos, meio assustados. Mas no final da viagem já eramos íntimos do sistema! Experiência única.

E pra conhecer melhor a ilha, nos instalamos metade da semana que ficamos por lá no oeste e outra metade no sul.
Tem MUITA praia interessante e bonita. Todo dia era a maior correria pra não deixar as melhores passarem.

A culinária local é totalmente baseada nos peixes, fresquíssimos. Vc vai encontrar tanto nos cardápios estrelados como nos mais simples restaurantes muito Mahi-Mahi (ou Dolphin, mas não é golfinho!), Peixe Espada e Flying Fish. Não é a toa que é um país onde o McDonald´s faliu e não existe. Os locais  só comem peixe (ou frango).

As praias….ahhh, as praias, em sua grande maioria, são daquelas que vem à nossa cabeça quando pensamos em praias caribenhas: águas limpas de um azul muito turquesa, areia branca fininha. Algumas praias com coqueiros, outras sem, outras com árvores. Mas cuidado: na parte leste de Barbados as praias são agitadas e perigossísimas pro banho. Mas mesmo assim lindas e inesquecíveis.

Uma das praias do leste

Achei que essa viagem fosse ser muito clichê-caribenha, mas essa ilha da Rihanna é mais do que mar azul e areia branca. Ela tem vida, uma gente acolhedora, muito reggae, um por do sol que te deixa zonzo, restaurantes fantásticos,  o luxosos hotéis-com-gente-da-high, mas tem também a praia-povão (a melhor!) -busão-comida-honesta! E esse lado B não é nada mal…

Enterprise Beach - a linda praia do povo

Feliz 2011!

Tags

Olá Pessoal!

O blog andou meio parado esses dias, mas por um bom motivo! Estou em minhas merecidas férias, e na volta conto tudo sobre BARBADOS/CARIBE.

A Gol inaugurou recentemente (2.o semetre de 2010) o vôo SP – Barbados, o que é bastante empolgante, e fará daqui uma boa opção de destino pros brazucas (só pra ter uma idéia só 500 brasileiros conheceram a ilha no ano de 2009, acho que esse quadro irá se reverter radicalmente!).

Bom, é isso, desejo a todos um ano novo cheio de energia, renovações, conquistas e muitas viagens por esse mundão!
A partir desse ano espero poder incrementar mais o Ma Jeunesse, com posts mais detalhados, mais fotos,  pra ajudar mais as suas viagens.

Bom Ano Novo! Boas Novas Viagens!

Good news: Quintal dos Orgânicos!

Tags

,

Mais uma surpresa muito agradável na Vila Madalena: o  Quintal dos Orgânicos.
Fico tão feliz em ver esse tipo de espaço crescendo em nossa cidade! Ele reune num mesmo lugar (super agradável) um mix de feirinha, restaurante, loja e vendinha. TUDO com produtos orgânicos certificados. Tem de carne orgânica a mudinhas pra fazer sua horta em casa, passando por cosméticos e roupas de fibras e corantes naturais.

Quem vê de fora não imagina a “profundeza” do espaço,  com mesas pequenas e comunitárias espalhadas por todo o ambiente.
O ambiente em si também é eco-friendly, com objetos de madeira de demolição e luzes LED.

A ausência de agrotóxicos e componentes químicos faz toda a diferença no sabor dos alimentos. Quem acha que isso é balela, pode ir comprovar pessoalmente nos almoços servidos pelo Quintal.

A cada dia o cardápio muda, o almoço funciona com preço fixo (R$ 26,00) e serve-se à vontade. No dia de minha visita o menu era carne e batatas rúticas assadas, cenoura na manteiga, arroz integral, feijãozinho branco, farofa de banana e muitos vegetais frescos. Tudo orgânico! Até o azeite, vinagre e sal marinho! Tudo isso acompanhado de suco de laranja lima com hortelã e mousse de chocolate amargo pra finalizar.
Mesmo assim, quando vi de primeira o buffet, não dei muita bola…fiquei em dúvida se almoçava ou não. No final das contas, o que posso dizer é que tive uma das mais saborosas refeições dos últimos tempos, com comidinha caseira, verdadeira, emotiva, com explosão de sabores –  daquela que te deixa feliz :)


Comilança eco friendly.

Rua Fradique Coutinho, 1416